Carregando
Carregando conteúdo
[contact-form-7 404 "Not Found"]

Toxina Botulínica. Todos os segredos revelados!

Data

7 ● junho ● 2018
Beleza de A a Z

Toxina Botulínica. Todos os segredos revelados!
5 (100%) 1 vote

A Toxina botulínica é uma substância que vem sendo amplamente utilizada em tratamentos estéticos e de saúde.

Texto Revisado pela Dr. Letícia Ambrosano – Dermatologista da Cia da Consulta

Você sabia que a Toxina Botulínica é uma proteína produzida por uma bactéria que paralisa os músculos?

As pessoas estão vivendo cada vez mais e buscando se sentir mais vitais, ativas, com aparência, espírito e corpo jovens por mais tempo. Nessa busca, a toxina botulínica, também conhecida como Botox, é uma das substâncias mais procuradas e mais importantes no campo do rejuvenescimento facial.

Com o avanço da idade e envelhecimento da pele e dos músculos, basicamente qualquer movimento facial como o ato de sorrir, franzir a testa, apertar os olhos e até de mastigar, podem eventualmente provocar os sinais mais comuns do envelhecimento, as rugas e linhas de expressão.

Essas marcas fazem com que a pele pareça mais envelhecida e deixa a pessoa com uma aparência mais cansada ou até irritada quando não está. E a injeção de toxina botulínica atua de forma rápida e segura para remover ou melhorar a aparência das rugas.

O processo de aplicação não inclui nenhum método invasivo ou cirúrgico, mas deve ser feito por profissionais especializados, pois a aplicação incorreta da toxina pode provocar paralisação dos músculos errados e consequências negativas para a saúde da pessoa.

Aqui você vai saber um pouco mais sobre os segredos da toxina botulínica, sua função, benefícios e vantagens no uso para tratamento cosmético e de saúde.

Quer mais dicas de beleza e estética, acesse esse outro link do nosso site e saiba mais sobre procedimentos dermatológicos e Cirurgia Plástica.

O que é a Toxina Botulínica?

Toxina botulínica, ou o famoso Botox®, como é chamado comercialmente, é uma toxina que se origina de uma bactéria chamada Clostidium botulinum. Na sua forma original, é um composto altamente venenoso, se desenvolvendo em enlatados ou nos alimentos mal conservados causando envenenamentos.

Na forma cosmética a toxina botulínica é uma substância aplicada por uma injeção que permite de forma temporária paralisar alguns músculos, ajudando a reduzir ou eliminar linhas de expressão e rugas na região da testa e dos olhos, entre outros tratamentos que vêm sendo utilizados pela medicina.

A toxina botulínica também possui diversas aplicações na saúde, sendo útil para o tratamento de doenças como microcefalia, paraplegia, espasmos musculares, entre outros.

A região em que o botox foi aplicado fica paralisada por aproximadamente 6 meses, podendo diminuir seu efeito um pouco antes ou depois desse período, sendo necessário realizar uma nova aplicação para manter os resultados.

Para que serve a Toxina Botulínica?

A toxina botulínica já tem ampla utilização tanto para fins estéticos como terapêuticos.

A toxina botulínica já tem ampla utilização tanto para fins estéticos como terapêuticos.

A toxina botulínica pode ser usada para diversas finalidades como:

  • Amenizar rugas na pele;
  • Corrigir estrabismo ocular;
  • Controle do blefaroespasmo (problema em que a pessoa fecha os olhos de maneira rápida e descontrolada;
  • Reduzir a sudorese em caso de hiperidrose ou bromidrose;
  • Controle do bruxismo;
  • Controle de espasmos faciais, conhecidos como tique nervoso;
  • Reduz a salivação excessiva;
  • Diminui a cefaleia tensional;
  • Diminuição da aparição da gengiva para promover um sorriso mais harmonioso;
  • Diminuição da dor neuropática;
  • Combate a gagueira;
  • Relaxa uma contração muscular excessiva devido ao AVC;
  • Pode ajudar a diminuir os tremores em caso de mal de Parkinson;
  •  Diminuição da dor neuropática;
  • Controle da espasticidade em doenças neurológicas como microcefalia;
  • Combater a dor lombar crônica e em casos de dor miofascial;
  • Incontinência urinária causada por “bexiga nervosa”.

Origem da Toxina Botulínica

A Toxina botulínica foi documentada no século 18, na Alemanha Ocidental, após um incidente onde muitas pessoas foram intoxicadas depois de consumir carnes e salsichas. Foi descoberto que se tratava de botulismo alimentar, que foi atribuído a uma infecção a certo veneno biológico.

Em estudos posteriores, descobriu-se que a toxina botulínica é encontrada na natureza a partir da bactéria Clostridium botulinum, uma bactéria capaz de produzir 7 tipos sorológicos da toxina, designados de A a G. Desses, o A e B são de uso médico, sendo o A mais potente e amplamente utilizado na medicina estética.

Tem-se datado que o tratamento com a toxina botulínica foi iniciado por Alan B Scott  no início da década de 70, quando estudavam alternativas não cirúrgicas para o tratamento de estrabismo e utilizaram um sorotipo do tipo A para corrigir o problema.

Em 1987, após o relato de uma paciente sobre a melhora da aparência de suas rugas após o uso da toxina botulínica para o tratamento de um blefarospasmo o interesse pelo uso da substância para tratamento cosmético começou.

Jean e Alaistar Carruthers iniciaram o uso da substância. Sua primeira publicação com a finalidade cosmética ocorreu em 1991.

Hoje a aplicação da toxina botulínica para atenuar rugas faciais é um dos procedimentos mais realizados no mundo. Sua aplicação feita em pequenas doses em pontos específicos, auxilia no relaxamento muscular seletivo, proporcionando assim o rejuvenescimento das áreas tratadas.

Como a Toxina Botulínica Funciona?

Devido ao avanço da idade, cuidado inadequado com a pele, exposição solar exagerada, má alimentação, tabagismo, entre outros, a pele passa a envelhecer surgindo assim as rugas. Porém, o fator imprescindível para o surgimento das terríveis rugas é a contração natural dos músculos do rosto.

O hábito de franzir a testa ao se expressar, gera com o passar do tempo alguns vincos horizontais na pele. O mesmo acontece com a tensão gerada ao redor dos olhos quando sorrimos ou forçamos a vista durante algum movimento. Isso ajuda a causar as rugas.

A toxina botulínica quando injetada nesses músculos onde estão as rugas, age como um bloqueador neuromuscular, ou seja, bloqueia a transmissão de certos estímulos dos neurônios para os músculos, impedindo de forma parcial ou total a contração muscular temporariamente.

No caso das linhas de expressão, a toxina botulínica funciona de duas maneiras:

  1. Preventiva: antes do surgimento de rugas “fixas”, ou seja, aquelas que aparecem na pele mesmo quando não estamos contraindo os músculos. Como a contração muscular é paralisada com a ação da toxina, não há a formação de rugas pela diminuição da movimentação muscular na área em que a substância foi aplicada.
  2. Reparadora: Quando já existem rugas fixas na pele, ou seja, mesmo quando estamos com a musculatura relaxada, existem marcas de expressão. Quando aplicada, a toxina bloqueia a contração muscular, logo, as rugas causadas por esses músculos são amenizadas.
A aplicação deve ser feita por um médico para ser segura

Como é feita a aplicação da Toxina Botulínica?

A aplicação deve ser feita por um médico para ser segura

A toxina botulínica vem em frascos em forma de pó, sendo necessário fazer sua diluição em soro fisiológico. Logo após esse preparo, ela é injetada na área a ser tratada com uma distância de 1.5cm de um ponto para o outro, em uma aplicação rápida e sem anestesia no local, visto que é praticamente indolor.

É importante que o local da aplicação seja estudado detalhadamente pelo especialista que fará a aplicação, para que o resultado seja o mais natural possível e não haja nenhuma complicação.

Existe pré-requisito para a aplicação da Toxina Botulínica?

Para realizar o procedimento, não há idade específica. O ideal é é que o procedimento seja realizado antes de as rugas que são móveis tornem-se fixas. A aplicação não deve ser feita em grávidas ou mulheres amamentando.

Para quem é indicada a Toxina Botulínica?

As linhas de expressão na testa se formam devido a movimentos na musculatura.

As linhas de expressão na testa se formam devido a movimentos na musculatura.

A Toxina botulínica usada na medicina para uso estético é indicada para quem deseja suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto, sejam elas rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas) e os conhecidos “pés de galinha”, rugas que se formam na região dos olhos.

A Toxina Botulínica também vem sendo amplamente utilizada para a correção de sorriso gengival.

A Toxina Botulínica também vem sendo amplamente utilizada para a correção de sorriso gengival.

A toxina também é utilizada para a correção do sorriso gengival, quando há a exposição excessiva da gengiva ao sorrir e na correção de assimetrias e espasmos na paralisia facial.

Após a aplicação, o início da atividade da toxina pode ser visto entre 24h e 48h com paralisia muscular completa em torno de 15 dias, que costuma durar de 4 a 6 meses.

O procedimento é realizado em consultório médico utilizando-se poucos recursos e os pacientes não precisam se afastar de suas atividades.

Riscos da Toxina Botulínica

A Toxina Botulínica só deve ser aplicada por um médico capacitado para realizar a aplicação da toxina, pois se a substância for injetada em outras regiões do corpo ou em um local errado, pode trazer graves complicações para a saúde.

Se ingerida, a toxina pode provocar falha de respiração e a pessoa pode morrer por asfixia. Entretanto, quando devidamente aplicado, não existem riscos relacionados a isso e a substância pode ser bem tolerada pelo organismo.

O efeito da substância no organismo não é definitivo, aos poucos vai sendo eliminado e o problema em questão reaparece, sendo necessário fazer uma nova aplicação da toxina.

Quais os profissionais podem aplicar a toxina botulínica?

Os profissionais que podem fazer esse tratamento são os dermatologistas e cirurgiões plásticos. É importante conhecer o profissional e a técnica antes de realizar o procedimento.

Aqui você encontra profissionais recomendados para fazer a sua aplicação de botox com o máximo de conforto, segurança e confiança.

Em que regiões pode ser aplicada?

As áreas mais comuns e onde a Toxina Botulínica pode ser aplicada para potencializar seu efeito são a região lateral dos olhos, a testa e a área entre as sobrancelhas. Mas existem outras áreas que a substância também pode ser aplicada e gerar resultados muito satisfatórios.

As áreas mais procuradas são:

Ao redor dos olhos

As rugas que surgem nessa região, também chamadas de “Pé de galinha” são ocasionadas pelo movimento repetitivo do músculo orbicular que é o responsável pelo fechamento dos olhos.

Quando a Toxina Botulínica é aplicada, ela consegue promover um relaxamento da musculatura nesse local, evitando a contração e deixando a pele da região mais lisa.

Região entre as sobrancelhas (Glabela)

A aplicação na região das sobrancelhas ajuda a arquear a região e transforma a aparência do olhar.

Nessa região costumam se formar alguns vincos entre os supercílios, isso é ocasionado devido a um ato involuntário das pessoas de aproximar as sobrancelhas e franzir a testa enquanto estão concentradas, bravas ou aborrecidas.

Com algumas aplicações de toxina botulínica nessa região, os resultados ficam surpreendentes.

Para arquear as sobrancelhas

As sobrancelhas tendem a descer com o avanço da idade, isso se deve a ação da gravidade sobre o corpo associada à flacidez da pele. E a aplicação da toxina botulínica vem sendo bastante procurada para levantar as sobrancelhas e proporcionar um efeito harmônico no rosto, realçando a sobrancelha e o olhar.

Linhas de expressão na testa

A testa também costuma ganhar vincos horizontais e eles podem surgir em pessoas de qualquer idade. A aplicação da toxina botulínica ajuda a reduzir ou mesmo apagar as rugas temporariamente, sem prejudicar o rosto, deixando a testa com um aspecto mais liso.

Outras áreas em que a toxina botulínica pode ser aplicada são:

  • Rugas no queixo;
  • No pescoço para atenuar vincos verticais;
  • Em linhas que se formam no colo;
  • Hiperidrose Axilar (Suor excessivo nas axilas)
  • Hiperidrose Palmar e Planar (Sudorese nos pés e mãos)
  • Sorriso gengival ( quando mostram a gengiva superior de forma desproporcional em relação aos dentes e lábios;

Contraindicações. Quais são?

A aplicação de toxina botulínica, o botox, assim como todo medicamento, é contra indicada para pacientes com alergia a qualquer componente de sua formulação.

Mulheres grávidas ou em amamentação, portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias (ou ainda pessoas que utilizam anticoagulantes, aminoglicosídeos e drogas que interfiram na transmissão neuromuscular) não devem usar a substância.

Resultados da aplicação da Toxina Botulínica

Os resultados da aplicação da toxina botulínica começam a aparecer em cerca de 2 a 5 dias a partir do momento em que a substância é aplicada. Em duas semanas os resultados estão amplamente visíveis e permanecerão por um período de quatro a seis meses.

O tempo de aparecimento dos resultados e da duração também pode variar de pessoa para pessoa devido às reações da substância com o organismo.

Intervalo entre as aplicações

Devido a substância ser um medicamento biológico, deve-se ter um limite mínimo de quatro meses entre cada aplicação, considerando a mesma região tratada. Caso esse tempo não seja respeitado, a pessoa pode desenvolver uma resistência à substância que perde o seu efeito no organismo.

A aplicação dói?

A aplicação costuma ser indolor e de forma rápida.

A aplicação costuma ser indolor e na maioria das vezes não precisa de anestésico. Desde que realizada por um profissional qualificado e com boa experiência, a aplicação da toxina botulínica pode ser considerada um tratamento seguro.

A Aplicação é feita em consultório de forma rápida e dura cerca de meia hora. Não deixa nenhuma marca e exige apenas pequenos cuidados nas primeiras horas.

As orientações pós-procedimento são: evitar a contração muscular local, não pode fazer atividade física por 12 horas, e não pode abaixar ou deitar a cabeça por 4 horas.

Uso terapêutico da Toxina Botulínica

Além do uso estético, o toxina botulínica também pode ser aplicada para o uso terapêutico no tratamento de problemas como bexiga hiperativa, espasticidade disfuncional (rigidez muscular excessiva), distonias, espasmo hemifacial, hiperidrose, enxaqueca (migrânea crônica), estrabismo e blefaroespasmo.

Conclusão

Uma pele lisa, sem rugas e pés de galinha é o desejo de quem busca a toxina botulínica.

A Toxina botulínica, comercialmente conhecida como “botox” é uma substância produzida por uma bactéria e sua aplicação paralisa alguns músculos e por isso é uma das técnicas que consegue amenizar rugas e as linhas de expressão, desde as mais superficiais até as mais profundas, de maneira natural.

A substância atua relaxando a musculatura onde é aplicada, pois esses músculos quando contraídos causam o franzido que provoca as rugas. A área dos olhos, testa e sobrancelhas são os locais mais buscados para a aplicação e que apresentam resultados bastante satisfatórios.

A aplicação é simples e rápida, mas deve ser feita somente por médicos para a aplicação da toxina botulínica não causar nenhum dano a saúde do paciente. O Resultado é temporário e costuma durar até 6 meses precisando de uma nova aplicação.

A aplicação da toxina botulínica gera um resultado satisfatório na aparência do paciente além de melhorar a sua autoestima, favorecendo o seu bem-estar.

Fique por dentro de mais dicas para manter a sua saúde, beleza e bem-estar em dia, acompanhe estes outros artigos do blog e cuide-se bem.

Esse texto ajudou você a conhecer mais sobre a Toxina Botulínica e seus benefícios estéticos? Se sim, compartilhe para que outras pessoas também possam conhecer melhor a substância e como funciona. E lembre-se sempre de procurar um médico para realizar seu procedimento.