Carregando
Carregando conteúdo
[contact-form-7 404 "Not Found"]

Saúde na terceira idade. Guia Completo da saúde do Idoso

Data

23 ● agosto ● 2018
Saúde dos Idosos

Saúde na terceira idade. Guia Completo da saúde do Idoso
1 (20%) 7 votes

Saiba como chegar na terceira idade com saúde e disposição

Dados realizados no último ano pelo IBGE, mostram que o número de idosos no Brasil ultrapassa os 30 milhões e você, está preparado para viver a terceira idade com saúde e qualidade de vida?

 

A chegada da chamada “terceira idade” é marcada por vários desafios e mudanças  na vida das pessoas e o cuidado com a saúde na terceira idade é um dos fatores mais importantes para que essa fase da vida possa ser aproveitada com mais prazer.

A chegada da terceira idade não significa que o idoso deve parar suas atividades e ficar sedentário.

Quem deseja chegar na terceira idade com uma boa saúde e disposição deve se cuidar e ter bons hábitos desde cedo. Levar uma vida saudável é fundamental para a manutenção da saúde mais tarde, além disso os cuidados com o corpo e mente são outros fatores que favorecem a saúde.

 

Os cuidados nessa fase da vida são necessários e precisam ser diferenciados e para algumas pessoas, constantes. São necessários cuidados específicos com algumas partes do corpo como os ossos e articulações que costumam ficar mais frágeis, a memória, alimentação entre outros.

 

Esse texto é um guia de cuidados com a saúde na terceira idade e aqui você vai ficar sabendo de como se cuidar melhor se ainda não chegou lá e se você já está vivendo essa etapa da vida ou convive com alguém que está, tem dicas exclusivas dos especialistas da Cia da Consulta com vários aspectos para viver a terceira idade com equilíbrio e muito mais saúde.

 

Boa leitura!

Fique sabendo de outros problemas que podem afetar a saúde dos idosos. Leia aqui e previna-se.

 

O que é ser saudável na terceira idade?

A chegada da terceira idade é uma fase bastante temida por algumas pessoas. Muitas mudanças ocorrem no organismo e no corpo, por isso é importante que os cuidados com a saúde comecem desde cedo, para chegar a essa etapa da vida saudável e com o máximo de disposição possível.

Com o passar dos anos, o corpo vai sofrendo alterações fisiológicas e anatômicas e isso repercute em mudanças e redução de algumas capacidades funcionais e corporal.

Para ser saudável na terceira idade, a pessoa deve estar com a saúde do corpo e da mente em dia e funcionando de maneira satisfatória para a idade, deve manter uma alimentação saudável e praticar atividades físicas recomendadas conforme a capacidade do corpo.

 

Como ser saudável na terceira idade?

A terceira idade vem com alterações no organismo, no corpo, no psicológico, no paladar e para lidar com essas mudanças, algumas orientações são recomendadas para se levar uma vida saudável após os 60.

 

  1. Alimente-se de forma saudável

Faça pelo menos três refeições principais (Café da manhã, almoço e janta) e dois lanches saudáveis ao dia. Aprecie as refeições, mastigando bem os alimentos e diminua o volume de cada uma.

 

  1. Pratique exercícios físicos

Praticar pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias ajuda a tornar a sua vida mais saudável. E aliada a uma boa alimentação, a atividade física é importante para manter um peso saudável e afastar algumas doenças;

A prática de atividades físicas contribui para uma vida mais saudável e fortalecer o corpo e mente.
  1. Beber água é essencial

Tomar pelo menos dois litros (que corresponde seis a oito copos) de água por dia é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Evite bebidas açucaradas como refrigerantes e sucos industrializados, eles nunca devem substituir a água.

 

  1. Diminua o consumo de sal

Reduza a quantidade de sal na comida. Para temperar e realçar o sabor natural dos alimentos, utilize temperos naturais como cheiro verde, alho, cebola, ervas frescas e secas ou suco de frutas, como o limão. O consumo  máximo diário de sal deve ser de até 1 colher de chá.

 

  1. Esqueça os alimentos industrializados

Tire da sua rotina os alimentos enlatados, embutidos, refrigerantes, sucos artificiais, bolos, biscoitos doces e recheados, entre outros. Opte por alimentos naturais sejam eles comidas ou bebidas e por bolos ou doces preparados em casa com ingredientes integrais.

 

  1. Consuma azeite em pequenas porções

Azeite em pequenas quantidades diárias é benéfico para a sua saúde. Consuma preferencialmente junto com alimentos como saladas, assados, grelhados, cozidos e ensopados.

 

  1. Consuma alimentos ricos em cálcio

O Leite e derivados são as principais fontes de cálcio na alimentação. Consuma até três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, ovos ou peixes, esses também são ricos em gorduras poliinsaturadas, dentre elas, o ômega 3.

 

  1. Legumes, frutas e verduras devem estar presente sempre

Ricos em vitaminas, minerais e fibras, as frutas, legumes e verduras são cheios de benefícios para a sua saúde e diminuem o risco de várias doenças.

O consumo ideal de no mínimo três porções por dia.

 

Prevenção de doenças na terceira idade

A prevenção de doenças na terceira idade é fundamental, já que nesse período a imunidade costuma ser mais baixa, algumas funções e sistemas do corpo também costumam estar sobrecarregados e com funcionamento prejudicado.

 

Sabe-se que uma parte dos problemas de saúde que podemos ter ao ficar mais velhos têm origem genética, outros tem decorrências de exposições ambientais que nosso organismo venha a sofrer e outra parte depende do estilo de vida que levamos, isto é, das escolhas que fazemos ao longo da vida.

E é justamente com essa última que precisamos ter todo o cuidado e fazer prevenção, que pode ser feita em três níveis:

– Prevenção primária: aqui é tudo o que fazemos para prevenir doenças e remover causas e fatores de risco de um problema de saúde, antes que a doença ocorra. Isso inclui fazer uma boa alimentação, se exercitar, manter bons hábitos, estar com a vacinação em dia;

– A prevenção secundária, que detectam o surgimento de um problema de saúde em estágio inicial, através de consultas e diagnósticos de alguns exames prevenindo sua disseminação ou suas consequências a longo prazo. Alguns desses exames são o rastreamento de alguns tipos de câncer e estratificação do risco cardiovascular).

– A prevenção terciária, são ações que ajudam a reduzir alguns prejuízos funcionais de uma doença crônica ou aguda já instalada como tratamentos regulares para doenças e medidas de reabilitação após um problema.

Outras condições passíveis de prevenção, são em relação às doenças infecciosas, as cardiovasculares (infarto e derrame), as doenças respiratórias, o câncer e outras causas extremas como acidentes.

Para se prevenir de doenças e se sentir saudável na terceira idade, você pode contar com o auxílio do geriatra cia da consulta. Ele é o médico que cuida da saúde dos idosos, diagnosticando e tratando problemas de saúde que possam ser prejudiciais com o avanço da idade.

E saiba que você pode procurar um geriatra bem antes de chegar à terceira idade, ele pode auxiliar você em fases anteriores da vida a se prevenir de possíveis problemas que possam afetar a sua saúde mais tarde.

Agende aqui uma consulta com geriatra de maneira rápida e prática e cuide da sua saúde.

Alimentação na terceira idade

O cardápio do idoso deve ser além de muito saudável e variado, atrativo para despertar o paladar e a vontade de comer. É importante também variar o preparo e a maneira de servir os alimentos, com diferentes texturas, cores, sabores para evitar o paladar a se acostumar com o alimento.

Muitos idosos com alguma limitação na coordenação motora, na visão ou em outros problemas que impedem de se alimentar sozinhos, vão precisar da sua ajuda. Por isso em alguns casos é preciso facilitar a identificação dos utensílios e deixá-los na mesa de maneira simples.

A alimentação saudável é um dos fatores principais para manter a saúde em dia.

 

Aqui temos algumas dicas para uma alimentação saudável e funcional:

1) É recomendado que o idoso faça 5 ou 6 refeições ao dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. (Para que o idoso se alimente, em média, de 3 em 3 horas);

 

2) Prefira os alimentos orgânicos e não industrializados. É importante também que os  alimentos sejam cortados em pedaços menores e se houver dificuldade de mastigação – picar, ralar, amassar, desfiar ou bater no liquidificador ajudam na alimentação deles;

 

3) Para cozinhar, prefira usar azeite extra-virgem em água ou o óleo de coco para frituras. Óleos vegetais e margarinas são altamente prejudiciais à saúde;

 

4) Incluir todos os dias na alimentação frutas, legumes e verduras, eles são ricos em vitaminas, minerais e fibras. Sucos industrializados e refrigerantes devem ser cortados da dieta, já que são pobres em nutrientes e riquíssimos em açúcares e aditivos químicos. Procure sempre utilizar ingredientes naturais na alimentação;

 

5) Insira no cardápio algumas fontes naturais de cálcio como gergelim, brócolis, folhas verde-escuras, linhaça; e de magnésio como grão de bico, banana e castanha do pará.

 

7) Evite os bolos, pães e biscoitos industrializados e prefira os preparados em casa, com farinhas e óleos saudáveis, tais como a farinha de arroz ou farinhas integrais e o óleo de coco.

 

8) Cuide do coração. Para isso, consuma as gorduras “do bem” que estão presentes na linhaça, no azeite extravirgem, nas castanhas e amêndoas, entre outros alimentos.  Eles ajudam a prevenir a aterosclerose e outras doenças cardiovasculares.

 

A aveia e suas fibras também são bastante importantes na alimentação e contribuem para manter os bons níveis de colesterol.

 

10) A sua  saúde agradece algumas substituições inteligentes na cozinha, tais como:

  1. a) Leite de vaca por: leite de arroz, leite de amêndoas, leite de aveia ou leite de coco.
  2. b) Farinha branca refinada por: farinha de arroz, farinha de coco, farinha de amêndoas, farinha de grão de bico ou farinha integral.
  3. c) Óleos vegetais como canola ou soja por: Azeite de oliva ou óleo de coco.
  4. d) Sal refinado por: sal marinho ou sal rosa do Himalaia.
  5. e) Açúcar refinado por: açúcar mascavo, açúcar demerara, mel ou stévia.
  6. f) Sucos e refrigerantes industrializados por: Suco natural, água, chás orgânicos.

 

Procure sempre ler os rótulos dos produtos que for comprar: escolha os tipos e as marcas com menores quantidades de açúcares, aditivos químicos, gordura total, gordura saturada, gordura trans e sódio.

Fique atento a essa informação: o primeiro ingrediente da lista é sempre o mais abundante no produto. Por isso, saiba o que está ingerindo ou dando para alguém.

 

Vacinação

As vacinas são importantes para a prevenção de doenças desde o nascimento e continuam até a terceira idade. Nesse período, algumas defesas do organismo vão sendo perdidas e o organismo perde a capacidade de barrar o aparecimento e agravamento de algumas doenças.

A sociedade Brasileira de imunizações recomenda algumas vacinas que são importantes para prevenir doenças na terceira idade, são elas:

  •  Reforço da difteria e do tétano (dT)
  •  Pneumocócica  polissacarídea
  •  Influenza (gripe)
  •  Febre Amarela (dependendo da localidade ou viagens)
  •  DTpa (coqueluche/difteria e tétano
  • Hepatite A/B
  •  Hepatite B
  •  Influenza (gripe)
  •  Pneumocócica conjuga
  •  Influenza (gripe)

 

Consultas médicas

As consultas médicas devem ser regulares durante a terceira idade. É importante que o paciente tenha um médico de confiança e que conheça o seu histórico de saúde para quando for necessário.

 

O médico que cuida da saúde do idoso em geral, é o geriatra, assim como outros especialistas como cardiologista, ortopedista, reumatologista, nutricionista, entre outros, dependendo do problema que o paciente apresente.

É importante ter um médico de confiança que acompanhe você e conheça o seu corpo.

 

Durante as consultas, é importante que seja falado ao médico todos as mudanças no corpo do idoso e sintomas que eles porventura estejam sentindo. É importante também tirar todas as dúvidas relacionadas a tratamento, remédios, higiene pessoal, entre outras.

Durante a consulta, o médico pode fazer alguns exames físicos no paciente e também solicitar outros exames mais específicos de acordo com os sintomas. Aproveite o momento com o seu médico para esclarecer dúvidas sobre o tratamento e prevenção de doenças.

 

Cuidar da sua saúde ficou muito mais fácil. Se você está em busca de um médico geriatra ou de outra especialidade, na Cia da Consulta você encontra diversas especialidades que vão ajudar você a cuidar da sua saúde e prevenir doenças com mais rapidez e todo o conforto e qualidade que você merece.

 

Uso de medicamentos

Dados mostram que no Brasil, cerca de 70% dos idosos possuem pelo menos uma patologia crônica, ou seja, necessita de tratamento e uso regular de medicamentos.

 

Segundo pesquisa realizada pelo Centro de referência do idoso, cerca de 56.6% dos idosos possuem receitas com mais de quatro medicamentos de uso contínuo por mês.
Os idosos são mais suscetíveis aos efeitos colaterais dos medicamentos e esses podem provocar e desencadear doenças pré-existentes. Por isso é importante que todo e qualquer remédio que seja utilizado por um idoso deve ser receitado por um médico, que irá receitar a dosagem certa do medicamento para que não haja piora das patologias já existentes ou o início de novas desencadeadas pelo uso do medicamento.

Algumas dicas são para controlar o uso de medicação por idosos e podem ser postas em prática no seu dia a dia:

 

  • Siga as orientações de seu médico ao tomar medicamentos. Fique atento para o período em que estes devem ser utilizados. Não abandone ou prolongue o tratamento sem conversar com o profissional antes;

 

  • Não utilize medicação recomendada por outra pessoa que não seja o seu médico. O remédio que fez bem a uma pessoa, pode ser maléfico a você;

 

  • Avise ao médico se estiver tomando medicamentos caseiros ou naturais. Isso é muito importante;

 

  • Peça ajuda a seus familiares quando não entender um receituário ou ficar confuso sobre qual remédio que deve ser tomado ou ao horário do mesmo;

 

  • Se houver  qualquer alteração em seu organismo, como por exemplo, náuseas, vômitos, alterações na pele, alterações no seu hábito intestinal e inapetência, avise imediatamente o seu médico;

 

Seguindo estas orientações e tendo um acompanhamento médico adequado, você terá mais qualidade de vida.

Exames de rotina

É preciso estar atento com algumas doenças que podem ter o avanço da idade como fator de risco, por isso é importante que alguns exames de rotina sejam feitos para o controle e prevenção das doenças. O médico será responsável em solicitar os exames de acordo com os sintomas do paciente.

 

Confira essa lista de exames importantes para fazer na terceira idade:

 

Hemograma e Colesterol

Exames de sangue que ajudam a identificar alguns aspectos da sua saúde como os males do coração, índices de colesterol (tanto o LDL, o colesterol ruim, quanto o HDL, conhecido como bom colesterol) e o perfil lipídico, que revela se há ou não risco para aterosclerose, AVC ou hipertensão arterial.

TSH

Esse exame mostra se há alguma alteração significativa no funcionamento da tireoide que precise de tratamento. Isso porque a incidência de hipotireoidismo aumenta com o avanço da idade, principalmente nas mulheres;

Densitometria Óssea

Esse exame mede a densidade dos nossos ossos ou a massa óssea e é recomendado para avaliar o grau de Osteoporose e pode acusar a probabilidade de fraturas. Exame importante para ser feito a partir dos 50 anos quando começam a perder massa óssea progressivamente a partir disso.

Colonoscopia

Esse exame tem como principal fator identificar o câncer de cólon e reto, doenças que têm o avanço da idade como fator de risco. O exame identifica as alterações no intestino que podem evoluir para um câncer.

A Colonoscopia também é indicada para ser feita devido a alguns sintomas como dores abdominais, alterações no intestino, hemorróidas, diarréias, hemorragia no ânus, entre outros.

Raio-X do Tórax

Os exames devem ser realizados pelo menos uma vez ao ano na terceira idade.

Esse exame avalia o estado dos pulmões e é essencial para quem é ou foi fumante. Quanto mais tempo de exposição ao cigarro, maiores os riscos, por isso ele é importante ser feito pelo menos uma vez ao ano a partir dos 60 anos.

Eletrocardiograma

Esse exame mede a frequência cardíaca e suas oscilações, mostrando se  há alterações como insuficiência cardíaca, arritmias e outras cardiopatias até mesmo para quem não sofre de hipertensão ou outras doenças do coração, ajudando na prevenção e tratamento da doença.

Exame de Toque Retal e PSA

Esses exames são relacionados a saúde do homem e fazem a prevenção e diagnóstico de doenças como câncer de próstata que também aumenta com o avanço da idade. É importante que todo homem a partir dos 45 ou 50 anos procure um urologista para realizar os exames.

O PSA é uma proteína que a próstata normal pode produzir e o tumor de próstata produz em quantidade muito maior. Já o exame de toque retal, também pode detectar um câncer que não apresenta a dosagem de PS e mostra algumas informações adicionais sobre a próstata mesmo não relacionada com a doença.

Papanicolau e Mamografia

Esses exames referem-se aos cuidados com a saúde da mulher,  o papanicolau é para identificar o câncer no colo do útero e deve ser feito anualmente a partir do momento em que a mulher tenha vida sexual ativa e deve ser feito independente de ser ativa ou não, até os 70 anos.

Já a mamografia faz o rastreamento do câncer de mama que atinge principalmente mulheres entre 40 e 69 anos devido o hormônio estrógeno está  no auge nesse período de idade.

Ureia e creatina

Esses exames mostram como anda a função dos rins, vale ressaltar que quanto maiores são os níveis de creatinina, mais prejudicado está o rim e é importante fazer pois com o passar da idade esse valor vai subindo aos poucos.

Por isso é importante realizar esses dois exames e ficar em alerta a possibilidade de uma doença renal, bastante comum na terceira idade.

Glicemia de Jejum

Esse exame mede os níveis de glicose no sangue. Deve ser feito por pessoas que têm diabetes tipo 2 ou pessoas que tenham familiares nessas condições também devem fazer para se prevenir.

Exames Oftalmológicos

Esses exames também são necessário nesse período, pois após os 50 anos doenças como a catarata e o glaucoma começam a ter mais incidência. Além disso, outras doenças também podem ser diagnosticadas, por isso a importância de uma consulta ao Oftalmologista.

 

Além desses, outros exames também podem ser necessários, dependendo dos sintomas do paciente e de doenças que já existem previamente.

 

Principais doenças da terceira idade e como tratá-las

Algumas doenças costumam se manifestar com mais frequência, aqui você acompanha algumas e de que forma pode se prevenir.

 

Doenças cardiovasculares

As doenças no coração são as campeãs entre os idosos. Essas doenças se manifestam principalmente devido a um estilo de vida estressante e alimentação inadequada e muitas vezes, elas só se manifestam quando ocorre algum problema mais grave. Por isso, é importante se cuidar e em dia com os exames.

Pressão alta

A hipertensão também é uma das doenças que mais atingem os idosos  e os problemas acarretados por ela podem se tornar graves e comprometer a qualidade de vida. Em geral, pode ser causada por fatores genéticos ou pelo consumo excessivo de sal e estresse.

Se não tratada, a hipertensão pode provocar quadros de insuficiência cardíaca, renal e até mesmo infartos e acidentes vasculares. A prevenção é feita levando em consideração um estilo de vida saudável, com dieta balanceada, pouco sal e prática regular de exercícios físicos.

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

O AVC ocorre devido ao entupimento das  artérias que bloqueiam a circulação de sangue no cérebro. No caso do AVC hemorrágico, ele se rompe causa hemorragia no cérebro.

O cuidado com idosos que têm doenças crônicas deve ser redobrado na terceira idade.

 

O AVC pode ocorrer a qualquer momento, sem sintomas prévios. Alguns sinais são desmaios, paralisia facial e confusão mental. As sequelas podem ser graves, uma vez que o AVC causa danos permanentes ou semipermanentes no cérebro.

Entre as causas do AVC estão, estresse, hipertensão, tabagismo, colesterol alto, obesidade e estilo de vida pouco saudável. Para prevenir, recomenda-se uma vida ativa, com prática de exercícios e alimentação balanceada.

Diabetes

O diabetes tipo 2 é causado devido ao pâncreas não produzir insulina suficiente para digerir o açúcar dos alimentos. Isso ocorre devido a um longo tempo consumindo açúcar em quantidade excessiva, sobrecarregando o órgão. Por isso, o tratamento é feito com aplicações de insulina artificial.

Para prevenir, é importante reduzir o consumo de açúcar e carboidratos. Importante também fazer exames periódicos de medição da glicemia no sangue, principalmente após os 50 anos.

Osteoporose

Quando os ossos começam a ficar porosos e enfraquecidos,  essa é uma doença muito mais comum nas mulheres às mudanças hormonais em decorrência da menopausa.

A prevenção e tratamento incluem o consumo de cálcio através de laticínios ou suplementos de vitamina D, banhos de sol e a prática de exercícios físicos leves também são importantes.

Doenças degenerativas

Essas doenças, em geral, estão relacionadas à deficiências do cérebro e outros órgãos. Os sintomas podem incluir esquecimentos, confusão mental e mudanças de comportamento.

O tratamento pode ser feito por medicamentos que aliviam os sintomas ou retardam o progresso da doença.

Depressão

A doença que é considerada o mal do século, pode no caso dos idosos, surgir logo após a aposentadoria, devido à transição e diminuição da vida social e também devido ao surgimento de outros problemas de saúde e afastamento da família, que podem acarretar ou agravar esse quadro.

Os sintomas da depressão incluem isolamento, tristeza contínua, mudanças de humor e comportamento, sono excessivo ou insônia, falta de apetite ou compulsão alimentar, entre outros.

O tratamento leva tempo e pode incluir uso de antidepressivos e psicoterapias, atividades físicas e alimentação regular e balanceada.

Problemas na visão

Os problemas na visão mais frequentes na terceira idade são: doença macular degenerativa, catarata e presbiopia (a dificuldade de enxergar objetos próximos e de leitura).

Algumas doenças podem ser tratadas ou corrigidas com colírios, lentes, óculos ou cirurgias. Algumas como, por exemplo, a catarata que pode levar à cegueira se não tratada.

Para prevenir essas doenças, não é exagero repetir que levar um estilo de vida saudável desde a juventude, com a prática de exercícios físicos frequentes e alimentação balanceada, prevenção através de exames são importantes para garantir a saúde no futuro.

 

Como prevenir acidentes domésticos?

Os acidentes envolvendo idosos dentro de suas próprias casas são responsáveis por  milhares de pessoas vítimas de traumatismos cranianos e da coluna vertebral,  também chamados de neuro traumas.

 

Segundo o ministério da saúde, cerca de 70% de quedas entre idosos acontecem dentro de casa, sendo 40% responsáveis por provocar alguma lesão grave e 30% que chegam a causar a morte desses idosos. Como a pele do idoso é mais fina, um simples esbarrão pode provocar algo mais grave.

 

Alguns acidentes domésticos podem causar problemas irreversíveis aos idosos.

 

Mas o que fazer para transformar o lar em um ambiente mais seguro e confortável para quem já está na terceira idade? A alternativa é realizar algumas mudanças dentro da casa.

 

Com algumas medidas, você vai pode prevenir acidentes e tornar a casa um ambiente mais seguro e confortável para o idoso:

  • Quedas no banheiro: uma das causas mais comuns de fraturas e machucados. Para prevenir, evite o uso de tapetes escorregadios no ambiente e em outros cômodos da casa;
  • Esbarrões e queimaduras: Evitar uma grande quantidade de móveis e objetos de espalhados pela casa, evite deixar o ferro de passar roupa esfriando no chão e evite o uso de fogões com acendimento manual;
  • Coloque corrimãos nas escadas;
  • Instale fita adesiva antiderrapante e colorida nos degraus da escada para evitar quedas;
  • Use calçados adequados ao lavar os pisos para evitar possíveis escorregões;
  • Tenha barras fixas no banheiro, próximas ao vaso sanitário e chuveiro para evitar quedas quando o local estiver molhado após o banho ou lavagem;
  • Evite o contato com produtos químicos como inseticidas e o cloro, eles podem provocar alergias ou até mesmo intoxicação;
  • Mantenha os ambientes bem iluminados;
  • Proteja os cantos das mesas com protetores apropriados de silicone;

 

Diversão e lazer

O Lazer na terceira idade é fundamental para melhorar a rotina dos idosos e garante a possibilidade de envelhecer com mais saúde e qualidade de vida. Esse é um dos fatores que contribuem para que as pessoas vivam mais, trazendo benefícios para a saúde física e psicológica.

O lazer e diversão são essenciais para a saúde do idoso e bem-estar

Ocupar o tempo livre com atividades de lazer na chegada da terceira idade vai além de mera diversão e ajuda a trazer benefícios para a saúde, conheça alguns deles:

Aumento da Integração social

O lazer pode inserir o idoso em novos contextos sociais, ajudando no convívio com outras pessoas e com habilidade culturais.

As diferentes atividades ajudam o idoso a ter relações saudáveis e o contato com novas pessoas, gera uma sensação diferente sobre o envelhecimento, trazendo um olhar mais carinhoso e de dignidade associada às pessoas mais velhas.

Melhoria da saúde

Proporcionar ao idoso atividades que físicas e  contato social que integrem diversas opções de lazer, influenciam bem-estar e saúde física e psicológica ajudando a deixar o corpo mais forte, equilibrado e flexível, fazendo com que a imunidade melhore auxiliando no funcionamento do cérebro.

Há muito tempo as opções de lazer para idosos deixaram de ser limitadas. E se você está em dúvida sobre quais atividades podem fazer parte da vida do idoso, aqui vão algumas dicas:

Participe de Grupos de leitura

A leitura ajuda a estimular o cérebro e despertar o lado lúdico, aumentando o raciocínio e a memória. Ao participar de grupos, o idoso tem a oportunidade de conhecer e debater histórias, além de entrar em contato com outras pessoas que apreciam os livros.

Faça viagens em grupos

Viajar é um excelente exercício para o corpo e para a alma. Conhecer lugares, pessoas e culturas novas, estimulam prazer e relaxamento na vida do idoso.

Faça mais atividades culturais

Ir ao cinema,  ver uma peça de teatro e exposições proporcionam momentos de relaxamento e descontração.

 

Conclusão

Ter o companheirismo de familiares e amigos ajuda o idoso a não se sentir só.

 

Aqui você viu que os cuidados com a saúde na terceira idade são fundamentais para viver essa fase da vida de maneira mais tranquila e prazerosa.

 

Os cuidados para uma terceira idade mais sadia começam desde cedo, com os cuidados recorrentes com a saúde,hábitos saudáveis, alimentação balanceada, prática de exercícios, além de se manter longe de situações que geram stress.

 

É importante que o idosos tenha um médico para fazer o acompanhamento da sua saúde e faça acompanhamentos regulares por meios de consultas e exames tratar doenças já existentes e prevenir outras doenças que podem surgir com o avanço da idade.

 

Manter uma vida ativa com lazer, presença e cuidados de familiares e amigos e coisas que façam o idoso ter uma mudança na rotina é muito importante para manter a qualidade de vida e a saúde na terceira idade.

 

Previna-se,  aproveite as dicas de saúde do nosso blog para cuidar melhor de você. Leia esses outros artigos do blog e tenha mais bem-estar nos seus dias.

Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe nas suas redes sociais para ajudar a informar amigos e familiares sobre o tema. Se restou alguma dúvida, você pode agendar um horário na Cia da Consulta e conversar com um de nossos geriatras!